Link Facebook
Link Twitter
Youtube
Whatsapp icon

INCT - IPH

Para Acessar à página do INCT-IPH clique aqui.

A proposta de criação do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Estratégias de Interação Patógeno-Hospedeiro (IPH) tem por objetivo integrar pesquisadores com experiência em investigação de mecanismos moleculares relacionados à interação patógeno-hospedeiro em um projeto multidisciplinar, em forma de Rede. Assim, a presente proposta tem como objetivo promover a interação de pesquisadores com diferentes expertises para investigar e desenvolver novos conceitos e ferramentas relacionados à interação patógeno-hospedeiro, formar pessoal qualificado e promover avanços no controle das doenças por eles causadas em humanos (infecções fúngicas e protozooses) e divulgar resultados para a comunidade científica e leiga. Outra prioridade é desenvolver pesquisa e pós-graduação qualificadas com tecnologias avançadas em novos centros não consolidados das regiões Centro-Oeste e Norte do país. O IPH será constituído por 15 Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs) sendo 14 públicas, correspondendo a 21 laboratórios de pesquisa associados. Compreende também uma instituição de ensino e pesquisa privada e uma empresa de base tecnológica, como discriminado a seguir:

1.Universidade Federal de Goiás (UFG): instituição Sede; Laboratórios de Biologia Molecular (LBM), de Imunobiologia das Leishmanioses, de Imunidade Natural e Citocinas e  de Nano e Biotecnologia (Campus Goiânia);   e Instituto de Química.

2 Universidade Federal de Goiás, Campus Avançado de Jataí, Núcleo Colaborativo de BioSistemas

3.Universidade de Brasília (UnB): ICT pública associada; Laboratórios de Interação Patógeno-Hospedeiro, de Imunologia e Biologia do Gene, de Microbiologia e de Química de Proteínas.

4.Universidade de São Paulo (USP): ICT pública associada; campus de Ribeirão Preto. Laboratório de Genética e Biologia Molecular de Fungos.

5.Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ): ICT pública associada. Laboratório de Investigação das Peptidases

6.Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP): ICT pública associada.  Laboratório de Parasitologia Molecular

7.Universidade Federal do Amazonas (UFAM); ICT pública associada, Departamento de Ciências Fisiológicas, Laboratório de Bioquímica.

  1. Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ): ICT pública associada; Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI- Laboratório de Micologia).
  2. Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), Instituto Oswaldo Cruz (IOC) (Laboratório de Biologia Molecular e Doenças Endêmicas);
  3. Fundação Oswaldo Cruz, Centro de Pesquisas René Rachou.

11.Universidade Estadual de Goiás (UEG): ICT pública associada; campi de Iporá e Anápolis; Laboratório de Biologia Molecular; grupo não consolidado.

  1. Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT): ICT pública associada. Laboratório de Microbiologia e Biologia Molecular Veterinária.
  2. Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (HEMOAM).Laboratório de Pesquisa em Genômica. ICT pública associada Manaus, Amazonas, grupo não consolidado.

14.UniEvangélica (Centro Universitário de Anápolis): ICT privada associada (grupo não consolidado); Laboratório de Bioquímica.

15.Empresa Pharmantiga: Laboratório de Manipulações e Biofarmácia Pharmantiga Ltda; Anápolis, Goiás.

SELO INCT